POLÍTICA

Bolsonaro indica filiação a novo partido em março se Aliança não for criada
O presidente planeja sua filiação a uma agremiação de olho nas eleições de 2022, quando ele deve tentar a reeleição.




Presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro indicou nesta segunda-feira (23) que pretende analisar em março do próximo ano sua filiação partidária.

“Não é fácil formar um partido hoje em dia. A gente está tentando [formar a Aliança pelo Brasil] mas se não conseguir a gente em março vai ter uma nova opção”, disse o presidente ao chegar no Palácio da Alvorada, em Brasília.

Bolsonaro respondeu a uma apoiadora, que disse estar trabalhando pela criação, no Paraná, da Aliança pelo Brasil –sigla que aliados do mandatário tentam formalizar.

O calendário apresentado por Bolsonaro nesta segunda mostra que ele deve esperar a eleição para a presidência da Câmara para tratar da sua filiação partidária.

Bolsonaro deixou o PSL no ano passado após atritos com a direção. Depois, investiu na criação da Aliança, mas a sigla que não saiu do papel até hoje.

Agora, volta à estaca zero e precisa escolher um novo partido. Boa parte dos aliados de Bolsonaro avalia que ele deve desistir da ideia de criar a Aliança e partir para uma sigla já existente.

Os auxiliares presidenciais se dividem sobre se Bolsonaro deveria ir para um partido menor ou um mais consolidado, como os do centrão. o PRTB seria uma excelente solução, pois já tem o Vice Presidente Hamilton Mourão.



Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Participe do nosso grupo e canal do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   21/01/2021 12h34





POLÍTICA  |   20/01/2021 23h01


POLÍTICA  |   18/01/2021 20h13