POLÍCIA

Seguranças de supermercado espancam homem negro até a morte em Porto Alegre
Imagens fortes e impressionantes em pleno século 21




João Alberto Silveira tinha quatro filhos e foi ao supermercado junto à companheira.

Um homem negro foi espancado em uma unidade do supermercado Carrefour em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na noite dessa quinta-feira (19), véspera do Dia da Consciência Negra. A vítima, João Alberto Silveira, de 40 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu.

A cena, em que os dois homens brancos agridem Silveira no estacionamento do estabelecimento, foi filmada e está circulando nas redes sociais. O crime aconteceu no bairro de Passo D'Areia.

De acordo com informações da Polícia Militar, os envolvidos, seguranças do local, foram presos em flagrante, acusados de homicídio. Contudo, eles ainda devem ser indiciados por homicídio triplamente qualificado.

Um deles é um agente militar temporário – que não estava em serviço policial no momento do crime –, "cuja conduta fora do horário de trabalho será avaliada com todos os rigores da lei". Um PM temporário é contratado de forma emergencial para prestar serviços administrativos à corporação, e não nas ruas.

Pai da vítima diz que filho foi assassinado covardemente

"Quando cheguei, a equipe médica estava nos últimos minutos de reanimação e ele não reagiu mais", contou João Baptista. "Eu vim para achar um preso. Achei um corpo, uma pessoa assassinada covardemente, como os vídeos estão mostrando aí."

João Alberto Silveira tinha quatro filhos e foi ao supermercado junto à companheira. 

Veja o Vídeo (Cenas Fortes)...



Confira o vídeo:






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






POLÍCIA  |  17/11/2020 - 15h


POLÍCIA  |  16/11/2020 - 16h