ESPORTES

Artimanha falha. Globo fora, de vez, da Libertadores. SBT aproveita.
A emissora carioca falou que desistiria, queria pagar menos. Conmebol percebeu. E decidiu negociar com o SBT. Globo perdeu de vez a Liberadores.




Galvão Bueno era reservado para a Libertadores. Terá de transmitir o Brasileiro

São Paulo, Brasil

Assim como a CBF e as federações de futebol, a Conmebol adora dinheiro.
Recentemente, teve três de seus presidentes presos por corrupção.
O falecido Nicolás Leóz, Juan Ángel Napout e Eugenio Figueredo.

Alejandro Domínguez assumiu a presidência da entidade, em janeiro de 2016. Com a promessa de luta contra a corrupção. Não da busca do maior faturamento pela intermediação da transmissão da Libertadores, Eliminatórias, Copa Sul-Americana.

Ele é economista, formado na Universidade de Kansas, nos Estados Unidos.

Capitalista selvagem e ciente das falcatruas descobertas com antigas vendas de direito de transmissão pela Conmebol, o dirigente paraguaio é direto.

Quer lucro e não se importa com velhos clientes.
É essa situação que fez a Globo perder a Libertadores.
E a está levando para o SBT.

A emissora carioca não conseguiu arcar com os 350 milhões de dólares por ano, R$ 1,8 bilhão, pelo pacote que havia combinado. Dois jogos às quartas-feiras, para praças diferentes. De preferência, Rio e São Paulo. E outras duas partidas no Sportv. Uma às terças. E outra às quartas, procurando atingir outra praça, Rio Grande do Sul, por exemplo.

A grande recessão que a Globo vive por conta da pandemia que atingiu seus patrocinadores, a drástica redução da propaganda do governo federal, a desvalorização do real. 

Pesaram na desistência global.

Porém, na Conmebol, a interpretação é que a emissora carioca apelou para uma estratégia batida. Dizer que desistiria para que o preço fosse reduzido.

Só que Domínguez não caiu nesta artimanha.

A cúpula da Globo acreditou que nenhuma outra emissora aberta no país se interessaria pela Libertadores. Só que Silvio Santos gostou muito da repercussão da transmissão da final do Campeonato Carioca.

No Rio de Janeiro, o SBT chegou a dar mais audiência que o Jornal Nacional. 26,2 contra 26,1 pontos no Ibope.

O genro de Silvio Santos e ministro das Comunicações, Fábio Faria, é um grande defensor do futebol na emissora. E o convenceu a investir na Libertadores.
A transação vem sendo costurada há semanas.

E tem tudo para ser anunciada oficialmente.
Inclusive com mais liberdade aos patrocinadores da Conmebol.
O SBT quer assumir até 2022.

Como não tem tevê a cabo, ficaria com os jogos às quartas-feiras.

A Fox seguirá, por enquanto, transmitindo sozinha os jogos nos canais à cabo. Lembrando que a emissora agora pertence à Disney, dona da ESPN.

Mal foi revelada a negociação com o canal de Silvio Santos, a Globo anunciou que fará uma superexposição do Corinthians no mercado paulista, principal alvo, às quartas-feiras, às 21h30.

O clube vive uma fase péssima, nas mãos de Tiago Nunes.

A rede de streaming DAZN desistiu da Copa Sul-Americana, também por conta da crise no mercado. E a Conmebol estuda fórmulas para que a Band ou Rede TV possam mostrar os jogos.

A Globo segue sendo processada pela Federação Carioca, por desistir da transmissão dos jogos finais do Estadual deste ano e também por não querer transmitir o torneio até 2024.

Ela também quer se livrar dos demais Estaduais.
Só o Paulista interessa.

Nos últimos dez anos, a transmissão de futebol aberta no Brasil caiu cerca de 22%. 
Isso reflete financeiramente.
A Globo não tem conseguido aumentar o que cobra dos seus patrocinadores.
O monopólio do futebol da emissora carioca no Brasil está se desmanchando.
Mais rápido que se esperava...



Galeria de Fotos:





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM