RONDÔNIA

Enfim chegou a época tão esperada por alguns!
ARIQUEMES desenha uma corrida política que a muito tempo não se via.



Pois bem, a cada dia é uma nova piada ou cena de filme Hollywoodiano.

Estamos chegando na hora do “vai ou racha”, e, muitos ainda não colocaram o pé no chão e nem mesmo observaram que estamos falando de uma cidade de grande porte e não podemos errar NOVAMENTE!

A modinha do “JEITO NOVO DE FAZER POLÍTICA” não gerou os resultados esperados e nem trouxe os avanços desejados. Empresarialmente não houve mudança.

Brincaram de ser prefeitos, a cidade estagnou, parou no tempo!

E como um bom afilhado de CONFUCIO MOURA, THIAGO FLORES deixou a cidade a mercê e nos 45 minutos quer encher os olhos da população com maquiagens e obras de cidades de pequeno porte. (Trocando fechadura, bebedouro, telhados e letreiros na cidade “Eu Amo ARIQUEMES”).

Podemos descrever diversos compromissos não cumpridos pelo prefeito, e, como se não bastasse, encostou o cavalinho na conversa de “pandemia” e esqueceu das outras doenças, embora nunca tenha se importado mesmo com saúde e muito menos com obras.

Agora, não desliguem a energia do prédio da prefeitura porque o excelentíssimo vai ficar sem ar condicionado e internet para focar nas lives furadas, repletas de assessores e beneficiados.

Nós servidores, estamos exaustos de tanta incompetência do administrador, sabemos o quanto de recursos perdemos por essa disputa de EGO e infidelidade com seu vice, tudo isso para continuar alimentando suas vaidades pessoais.

ARIQUEMES hoje é piada estadual!

Surgiram outros nomes, como: Carla Redano, Gilvan Ramos, Mary Braganhol, Tiziu Jidalias, Natan Lima, Carlos Campos e outras dezenas de intelectuais de política que nunca administraram um cargo político.

Observemos a seguinte questão: Porque não houve respeito e parceria com seu vice prefeito LUCAS FOLLADOR?  Imagine se em todos os momentos estivessem juntos? Ele não teve se quer a consideração de deixar o vice decidir algo no município, pelo contrário, tentou incomodar o Lucas e o deputado Adelino Follador, que sempre fizeram o bem.  E assim seguiu, menosprezando o Adelino, Geraldo e tantos outros que poderiam beneficiar nosso município. 

Agora pare e pense!

Essa jogada de trampolim quer beneficiar o “delegado chefão” para, logo mais, após UM ANO E MEIO de mandato, renunciar e colocar o pupilo indicado de alguém (vice) para assumir a cadeira e assim realizar de fato o seu sonho, QUE É SER DEPUTADO FEDERAL, e devido a isso ele não abre espaço para os legisladores atuais como LÚCIO MOSQUINI, JAQUELINE CASSOL,  CORONEL CRISOSTOMO, LÉO MORAES, SILVIA CRISTINA e outros. Está aí a resposta do porquê ARIQUEMES não recebe emendas parlamentares.

Emendas que já estavam garantidas, no caixa da prefeitura, foram perdidas, por falta de agilidade.

Olha só a situação da população!

Esperávamos dessa atual administração o respeito com nos servidores, o que não tivemos. E ainda mais, o administrador queria colocar a mão no DINHEIRO DO SERVIDOR, com esquemas com Dentistas do município, beneficiando os grandes, e à população, como sempre de lado.
Mas fiquem tranquilos estamos aguardando o momento certo para mostrarmos a toda a cidade como funciona o sistema do “Delegado Chefão”.

Deixo uma pergunta no “ar”:

Só eu consigo enxergar que JARU, com 51 mil habitantes, OURO PRETO, com 39 mil habitantes está em desenvolvimento e ARIQUEMES sem brilho e glamour? (já foi a princesinha da BR)
Deixo minhas considerações para meus amigos servidores avaliarem, pois mais que ninguém sabem a realidade do seu dia a dia.
Podemos dar de exemplo o Lorival Amorim, se não houver um trabalho bem feito, será um prefeito de apenas um mandato.

Abra os olhos! Quando acabar o mandato você continua morando na cidade. Na cidade sem Industria, sem comércio, sem frigorífico e SEM TRABALHO.
Mas o lado bom é que a cidade estará com os meios fios pintados e com letreiros para você tirar suas selfies.

"Texto de um desabafo de um Funcionário Público de Ariquemes para nossa redação":



Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Participe do nosso grupo e canal do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






RONDÔNIA  |   13/01/2021 17h06