POLÍTICA

STF vai tornar Lula elegível para se candidatar, Gilmar Mendes (STF) quer julgar suspeição de Moro no processo de Lula, assim que possível.
O Processo foi aberto após recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva




Lula e Gilmar Mendes

Uma notícia ruim para o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro. O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), quer julgar o quanto antes a ação de suspeição de Moro na condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Lava Jato. A informação foi dada pela Revista Época.

De acordo com o veículo, Mendes, que é presidente da Segunda Turma da Corte, quer pautar o processo “assim que possível” para que o ministro Celso de Mello tenha tempo de votar antes de sua aposentadoria.

Além disso, Gilmar Mendes quer que a sessão de votação ocorra de maneira presencial e não por videoconferência, medida que foi adotada devido à pandemia de coronavírus. De acordo com o portal Uol, o ministro quer o julgamento presencial devido à complexidade do tema.

O julgamento ocorrerá após um pedido apresentado pela defesa do ex-presidente Lula, que pediu a anulação das condenações após o vazamento de conversas de Moro e procuradores.

Depois da mais recente decisão do STF quanto à delação de Antônio Palocci no caso de Lula, passou a haver chance real de que a sentença venha a ser anulada . O STF deixou claro que Sergio Moro fez política eleitoral quando deveria apenas ter se limitado a agir como juiz.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM