SAÚDE

Tratamento desenvolvido no Brasil elimina vírus HIV de paciente.
participante está há 17 meses sem apresentar sinais do vírus.




Tratamento desenvolvido no Brasil elimina vírus HIV de paciente

Estudo de universidade paulista testa combinações de medicamentos e vacinas criadas com o DNA de pacientes; participante está há 17 meses sem apresentar sinais do vírus

Um tratamento desenvolvido por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo eliminou o vírus do HIV do organismo de um homem que vivia com ele há sete anos. O paciente está há pelo menos 17 meses sem apresentar sinais de agentes causadores da síndrome da imunodeficiência adquirida (Aids), segundo informações da CNN Brasil.

Coordenado pelo infectologista Ricardo Sobhie Diaz, o estudo iniciado em 2013 envolveu 30 voluntários que estavam sob tratamento padrão de coquetéis e apresentavam carga viral indetectável. Nesta condição, pacientes têm um volume baixo de vírus no sangue e não transmitem para outros indivíduos.

Os participantes então foram divididos em seis grupos, que receberam combinações variadas de remédios, além dos coquetéis. De acordo com a Unifesp, os medicamentos aplicados visam matar o vírus no momento da replicação e eliminar as células em que o HIV está adormecido, situação também conhecida como latência. Como pontuou Diaz à CNN, apesar de inativo, o vírus nessa condição pode voltar em caso de interrupção de tratamentos com antirretrovirais (coquetéis).

Os pacientes também foram submetidos a doses de uma vacina de células dendríticas que leva o sistema imunológico a reagir e eliminar as células infectadas nas quais o fármaco não é capaz de chegar. Essas substâncias são fabricadas a partir do material genético de cada paciente. Diante dos experimentos, dois grupos tiveram resultados promissores. Porém, um paciente chamou atenção em especial após não manifestar mais sinais do vírus mesmo após 17 meses sem tomar os coquetéis.

 


Galeria de Fotos:





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM