RONDÔNIA

Marcos Rocha está entre os piores governadores do Brasil.
Foi analisado o cumprimento das promessas dos governadores brasileiros.

Segundo levantamento do G1, após 01 ano de mandato os governadores brasileiros cumpriram, em média, 18% de suas promessas de campanha.
São consideradas promessas de campanha o plano de governo registrado no TSE e compromissos feitos em debates e entrevistas no período eleitoral.

Os governadores que mais cumpriram suas promessas foram Renato Casagrande, do Espírito Santo, e Wilson Lima, do Amazonas. O de Rondônia, Marcos Rocha, está entre os 20 que ficaram abaixo da média.

Os dois governadores com pior desempenho são Romeu Zema, de Minas Gerais, e Gladson Cameli, do Acre. Veja o ranking completo:

MELHORES GOVERNADORES DO BRASIL

 
  • 1. Casagrande – Espírito Santo – 44,11%
  • 2. Wilson Lima – Amazonas – 43,90%
  • 3. Camilo – Ceará - 31,57%
  • 4. Moisés – Santa Catarina – 30,76%
  • 5. Azambuja – Mato Grosso do Sul – 29,16%
  • 6. Belivaldo – Sergipe - 25,92%
  • 7. Caiado – Goiás -  23,80%
  • 8. Eduardo Leite – Rio Grande do Sul - 23,52%
  • 9. João Doria – São Paulo – 22,97%
  • 10. Flávio Dino – Maranhão – 22,41%
  • 11. Ibaneis – Distrito Federal – 21,42%
  • 12. Wellington – Piauí - 20,75%
  • 13. Câmara – Pernambuco - 20,00%
  • 14. Barbalho – Pará – 18,00%

GOVERNADORES COM DESEMPENHO ABAIXO DA MÉDIA
  • 15. Ratinho – Paraná – 17,42%
  • 16. Carlesse – Tocantins – 17,24%
  • 17. Marcos Rocha – Rondônia – 15,38%
  • 18. Rui Costa – Bahia – 13,19%
  • 19. Fátima – Rio Grande do Norte – 13,20%
  • 20. Renan Filho – Alagoas – 12,82%
  • 21. Witzel – Rio de Janeiro – 12,06%
  • 22. João Azevedo – Paraíba – 12,04%
  • 23. Mauro Mendes – Mato Grosso – 11,11%
  • 24. Denarium – Roraima – 9,75%
  • 25. Waldez –Amapá -  8,33%
  • 26. Zema – Minas Gerais -  7,14%
  • 27. Gladson – Acre – 5,88%

Fonte: especiais.g1.glob...ticos/ com Augusto Branco
 


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Participe do nosso grupo e canal do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM