JUSTIÇA

Ação encaminhada a Moraes pode mandar para a prisão Ciro e Freixo (veja o vídeo).
Com base na mesma lei que mandou o deputado federal Daniel Silveira para a prisão, o vereador de Belo Horizonte, Nikolas Ferreira, encaminhou a petição ao ministro Alexandre de Moraes.




Ciro Gomes e Freixo

Notícia-crime encaminhada ao Supremo Tribunal Federal pede a prisão de Ciro Gomes e do deputado federal, Marcelo Freixo, do PSOL.

Com base na mesma lei que mandou o deputado federal Daniel Silveira para a prisão, o vereador de Belo Horizonte, Nikolas Ferreira, encaminhou a petição ao ministro Alexandre de Moraes.

No texto, Nikolas cita a Lei de Segurança Nacional (7.170/83), em que são previstas penas de prisão por “instigação de medidas violentas contra a vida e a segurança das autoridades públicas”.

Utilizando exatamente o mesmo argumento, Nikolas denunciou a Corte um vídeo em que Ciro Gomes afirma o seguinte:

"Se ele tentar um golpe nós daremos a ele o destino que teve Mussolini. Eu, Ciro Gomes, assumo, como palavra de honra, que estarei na luta de um ou de dez ou de mil para dar a ele o destino de Mussolini".

Da mesma forma, a notícia-crime pede a prisão em flagrante de Freixo, com base em duas publicações do parlamentar no Twitter.

No dia 20 de outubro de 2020, Freixo postou em seu Twitter a seguinte frase:

“BOLSONARO GENOCIDA”.


No dia 15 de janeiro, o parlamentar escreveu outro post:

“É impeachment ou morte.”


Em ambos os casos, segundo afirma Nikolas Ferreira, Freixo cometeu crimes.

A petição ainda pede a prisão de Marcello Tamaro Yamaguchi Guedes, que posou com uma “cabeça decepada” de Jair Bolsonaro na internet.

Assista o vídeo publicado por Nikolas: www.youtube.com/watch?v=q7q7zRhJbj8



Confira o vídeo:




Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Participe do nosso grupo e canal do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



JUSTIÇA  |   05/03/2021 19h25